skip to Main Content

Feriado 2 de fevereiro: N. Sra. Navegantes e Iemanjá

O feriado 2 de fevereiro existe para celebrar o Dia de Nossa Senhora dos Navegantes, bem como o Dia de Iemanjá, É feriado municipal em diversas cidades portuárias ou onde a cultura da pesca é muito forte, como aqui em Bombinhas. Também é feriado em Porto Alegre, pois esta santa é considerada a padroeira da capital gaúcha.

Em 2021, o feriado será numa terça-feira, transformando a data em um feriadão para você aproveitar e descansar frente ao mar e sob a proteção das padroeiras.

Aproveite nossos preços especiais para o feriado 2 de fevereiro e faça sua reserva com antecedência.

Pacote Feriado 2 de Fevereiro - 04 diárias

Apto. Lateral
R$1.175
à vista
04 diárias (para casal)
(+ 1 criança até 5 anos)

Valor a prazo (até 6x)
R$1.344

Loft com Terraço
R$1.315
à vista
04 diárias (para casal)
 

Valor a prazo (até 6x)
R$1.504

Apto. Frente Mar
R$1.624
à vista
04 diárias (para casal)
(+ 1 criança até 5 anos)

Valor a prazo (até 6x):
R$1.856

Jardim à Beira Mar Com Vegetação Nativa Da Pousada Bella Bombinhas

Informações adicionais:

  • Horário de Check in: 14h
  • Horário de Check out: 10h
  • Taxa de limpeza: R$70,00 (única)
  • Não inclui refeições ou café da manhã.
  • Os valores são válidos para casal
  • 1 criança até 5 anos: Free
  • Adicional de 20% para duas crianças (CHD).
  • Adicional de 20% para um adulto ou criança acima de 5 anos (ADL).

Incluso no Pacote Feriado 2 de Fevereiro

  • Apartamento completo com cozinha e todos os utensílios
  • internet wi-fi
  • TV via satélite
  • estacionamento fechado rotativo
  • serviço de praia (cadeiras, guarda-sol e mesinha)
  • roupas de cama (lençóis, travesseiros e fronhas)
  • roupas de banho (toalhas de banho, de rosto e tapete)

Atrativos do Feriado 2 de Fevereiro

Além de aproveitar as belezas naturais das mais de 32 praias que cercam o município de Bombinhas, como você já sabe, o feriado é uma oportunidade de conhecer melhor as tradições locais.

Bombinhas é uma localidade onde, em suas origens, os habitantes dependiam sua subsistência exclusivamente da pesca. A padroeira, então, era quem poderia conferir aos homens do mar uma viagem segura e uma pesca farta.

As festividades do Dia de Nossa Senhora dos Navegantes incluem procissões católicas pelas principais em várias localidades da cidade, incluindo as principais ruas e avenidas, praias e enseadas, onde os barcos desfilam e acompanham a imagem da Santa.

O ápice da festividade acontece na Igreja Matriz, no centro de Bombinhas.

História de Nossa Senhora dos Navegantes

Nossa Senhora dos Navegantes é um dos títulos atribuídos à Maria, mãe de Jesus Cristo. Uma das denominações de Maria, na sua ladainha, é o de “Estrela do Mar”, que significaria justamente o astro que guiava os marinheiros a um bom porto seguro.

Assim, Maria começou a receber essa designação quando os marinheiros e outras pessoas que viajavam pelo mar faziam orações que lhes garantissem proteção. Eles acreditavam que Maria poderia protegê-los dos perigos do mar, como tempestades e naufrágios.

Posteriormente, com a expansão da navegação portuguesa e espanhola, ela recebeu este atributo de Nossa Senhora dos Navegantes.

Esta devoção é especialmente forte nas comunidades de pescadores e cidades portuárias, onde a presença de pessoas que vivem do mar é mais numerosa.

Igualmente, aqueles que se aventuravam no mar, também rezavam para a Virgem Maria sob os títulos de Nossa Senhora da Boa Esperança, Nossa Senhora da Boa Viagem, Nossa Senhora da Esperança e Nossa Senhora das Candeias. Afinal, estes são outros nomes atribuídos à Nossa Senhora dos Navegantes.

Oração à Nossa Senhora dos Navegantes

“Ó Nossa Senhora dos Navegantes, Mãe de Deus criador do céu, da terra, dos rios, lagos e mares; protegei-me em todas as minhas viagens.

Que ventos, tempestades, borrascas, raios e ressacas, não perturbem a minha embarcação e que monstro nenhum, nem incidentes imprevistos causem alteração e atraso à minha viagem, nem me desviem da rota traçada.

Virgem Maria, Senhora dos Navegantes, minha vida é a travessia de um mar furioso. As tentações, os fracassos e as desilusões são ondas impetuosas que ameaçam afundar minha frágil embarcação no abismo do desânimo e do desespero.

Nossa Senhora dos Navegantes, nas horas de perigo eu penso em vós e o medo desaparece; o ânimo e a disposição de lutar e de vencer tornam a me fortalecer.

Com a vossa proteção e a bênção de vosso Filho, a embarcação da minha vida há de ancorar segura e tranquila no porto da eternidade. Nossa Senhora dos Navegantes, rogai por nós”.

História do Dia de Iemanjá

Dia de Iemanjá

No feriado 2 de fevereiro, também comemoramos o dia de Iemanjá, orixá africano cultuado em religiões como o Candomblé e a Umbanda. Orixás são divindades que correspondem a forças da natureza e suas manifestações.

Iemanjá é considerada a rainha das águas doces e salgadas. O nome vem da expressão “yèyé omo ejá”, que na língua Yorubá (a maior etnia africana) significa “mãe dos peixes”. É a padroeira dos pescadores, e decide o destino de qualquer pessoa que se aventura a entrar no mar.

Também é considerada a deusa do amor, da compaixão, do perdão e auxilia a qualquer pessoa que humildemente peça sua ajuda.

Também conhecemos Iemanjá por vários outros nomes, como Janaína, Aiucá, Inaê, Dandalunda, Ísis, Marabô e Princesa de Aiocá.

Como surgiu o Dia de Iemanjá?

Quando os africanos foram escravizados e trazidos à força para o Brasil, foram obrigados por seus donos a se converterem ao catolicismo. Como forma de fingir que adotaram a nova religião sem abandonar as crenças de sua terra natal, eles associaram cada orixá a um santo católico e continuaram seus cultos em segredo.

Por isso, Iemanjá foi associada a Nossa Senhora dos Navegantes, cuja festa é celebrada no dia 2 de fevereiro com uma grande procissão fluvial. Há também associações com Nossa Senhora da Glória e Nossa Senhora da Conceição.

O culto a Iemanjá

Nas religiões que ainda se mantêm fiéis às origens africanas, o culto a Iemanjá é realizado em lugares fechados. Porém as festas mais populares são as realizadas à beira do mar.

Durante as festividades, as pessoas vão às praias totalmente vestidas de branco e levam presentes para servirem como oferenda à divindade. Como ela é tida como bela e vaidosa, os fiéis costumam oferecer flores, perfumes, espelhos, bijuterias, sabonetes e enfeites, além de velas e alimentos típicos da culinária africana preparados em um ritual especial.

As oferendas são depositadas em pequenos barcos artesanais e lançadas ao mar. Se o barco afundar ou voltar à praia, é um sinal de que a oferta não foi aceita.

A maior festa dedicada a Iemanjá no Brasil é realizada na cidade de Salvador e reúne milhares de devotos, turistas e curiosos todos os anos.

As homenagens também são bastante usuais na noite do Réveillon, quando além das oferendas as pessoas tomam banho de mar e pulam sete ondas para começar o ano com a proteção da divindade.

Onde é Feriado 2 de Fevereiro?

  • Porto Alegre
  • Cachoeirinha
  • Nova Santa Rita
  • Eldorado do Sul
  • Guaíba
  • Barra do Ribeiro
  • Camaquã
  • Mostardas
  • Pelotas
  • Rio Grande
  • Jaguarão
  • Palmares do Sul
  • Tramandaí
  • Torres
  • Porto Lucena
  • Rio Pardo
  • Santa Vitória do Palmar
  • Sobradinho
  • Bombinhas
  • Itapema
  • Navegantes
  • Laguna
  • Passo de Torres
Back To Top
%d blogueiros gostam disto: